Donna Summer La Dolce Vita

domingo, 18 de maio de 2014

Álbum Donna Summer 1982







Donna Summer é o décimo álbum de estúdio da cantora americana Donna Summer , lançado em 1982 , e é atualmente fora de catálogo. Ele apresentava o Top 10, indicado ao Grammy " "Love Is in Control (Finger on the Trigger)" single ".
Tendo deixado Casablanca Records , com quem ela tinha tido alguns dos maiores sucessos de venda e mais populares da era disco nos anos 70, Donna Summer agora tinha assinado com a  Geffen Records em 1980 e continuou a trabalhar com Giorgio Moroder e Pete Bellotte , com quemescreveu a grande maioria de seus hits. No entanto, o dono do selo David Geffen tinha se decepcionado com o último desempenho gráfico de The Wanderer , álbum de estréia de Donna Summer pela Geffen e ao invés de liberar o seguimento; I´m A Rainbow que Summer  tinha gravado com Moroder / Bellotte,  a Geffen resolveu arquivar o projeto anterior e  gravar um novo álbum de Donna Summer com Quincy Jones, de quem daria um crédito na  produção - Já que Quince Jones já vinha obtendo ótimos resultados  em seus trabalhos com Michael Jackson principalmente em torno das paradas  de sucessos -  A Geffen achou que poderia garantir um sucesso comercial. O resultado final foi o álbum intitulado Donna Summer  que foi lançado em julho de 1982 trazendo uma Donna totalmente repaginada mais para os críticos mais exigentes não agradou muito já que Donna s tinha se firmado com um gênero mais eletrizante e o novo álbum não era tão empolgante.  E foi a primeira vez que a cantora tinha trabalhado com um produtor diferente. Moroder e Bellotte desde 1974, salvo para a faixa one-off " de Down Deep Inside (Theme from "The Deep") ", que foi produzido por John Barry para o filme the Deep , e os No More Tears (Enough is Enough) dueto com Barbra Streisand, que foi co-produzido por Gary Klein de The Entertainment Company . O álbum Donna Summer dava impressão de trazer uma Donna mais independente e madura,  já que o rótulo de sex simbol de antes  deixava a mesma um pouco aprensiva.
Desde a era disco, o trabalho de Donna Summer havia coberto uma variedade de gêneros musicais e este álbum não foi exceção. Ele tinha uma forte tendência de soul e R & B de antigas influências, e contou com uma variedades de estilos como, "  "(If It) Hurts Just a Little" e uma versão de Jon e Vangelis " State of Independence ", que contou com um mega coro de estrelas .E Rock com a canção de Bruce Springsteen "Protetion"; a pista havia sido planejado como um dueto Donna Summer / Bruce Springsteen, mas esse conceito foi abandonado. O álbum concluído com a balada jazzistica de Billy Strayhorn de padrão " Lush Life ".
Vários compositores muito deles  populares foram usados ​​neste álbum. Assim como o já mencionado Springsteen e Vangelis, Quincy Jones  contribuiu para a escrita, assim como outros nomes como Rod Temperton , Merria Ross, John Lang, Richard Page , Bill Meyers, Michael Clark, John Bettis , Jon Anderson , David Foster , Steve Lukather , Michael Sembello, Dan Sembello e David Batteau. Isso fez com que o maior número de compositores nunca tivessecontribuido tanto para um álbum de Donna Summer.
Summer chegou a declarar que este álbum foi um dos mais difícies de sua carreira e muito desfiador já que na época estava grávida da sua segunda filha Amanda. E também ela encontrou no produtor Quince jones um tom exagerado de muita exigência que a deixou um pouco apavorada pois tudo era novo e ao mesmo tempo inovador pois muitas das canções eram muito desafiadoras para Donna summer. As vezes eu presentia que o álbum não era de summer e sim de Jones.
O  álbum Donna Summer foi lançado 19 julho de  1982 com um single único: " "Love Is in Control (Finger on the Trigger) "tendo sido emitidos seis semanas antes.  Este mesmo sucesso atingiria o pico entre os # 10  mais da Billboard Hot 100 em setembro de 1982, quando o álbum Donna Summer  chegaria ao nº 20 na Billboard ; subsequentes outros singles do álbum: " State of Independence "e" The Woman in Me ", que, respectivamente, atingiu o pico no Hot 100 na posição # 41 e # 33, não conseguiram emplacar bons resultados para o álbum.
Em última análise, o álbum Donna Summer ficaria a quem de seu objetivo de restaua cantora Donna Summer do nível de estrelato que tinha alcançado na década de 1970: ""Love Is in Control (Finger on the Trigger) ..." teria o menor resultado no  Hot 100 pico de um single de um álbum de material novo de Donna Summer desde 1977 e o  n º 20  pico  de álbum de  Summer evidenciando uma nova queda na popularidade da cantora no hit paarade. Desde sua estréia na década de 1980 com The Wanderer , cujo n º 13  tinha decepcionado David Geffen a ponto de suprimir I´m A Rainbow a instigar Donna Summer para um novo projeto em parceria com a produção de Quincy Jones para um álbum tão diferente e até mesmo inovador. Ironicamente Donna Summer seria  mais bem sucedida  anos 80 onde bateu record de venda e de paradas com She Works hard For The Money que foi preterido para a liberação por David Geffen para ser lançado pela Mercury Records  onde os resultados foram mais evidentes e até evidenciando que foi um erro de Donna Summer assinar com Geffen visto que este contrato contribuiu bastante para o declínio de sua credibilidade diante de outras gravadoras que perderam o interesse por Donna Summer ao longo dos anos 90.
"Love Is in Control (Finger on the Trigger)..." fez representar um retorno considerável para Summer nas paradas de R & B com um # 4 posição proporcionando a cantora seu quinto Top 5 R & B hit. Summer também alcançou o top 20 britânico  "Love Is in Control (Finger on the Trigger) ..." e "State of Independence" com essas faixas tanto alcançando o Top Ten na Holanda - pelo respectivamente # 6 e # 1 - onde "The Woman in Me "alcançou a posição # 7. Numa versão lado B na inglaterra de ""Love Is in Control (Finger on the Trigger) ..." apareceu a canção  "Sometimes Like Butterflies", de Bruce Roberts.

Tracks
Side one
No. Title Writer(s) Length
1. "Love Is in Control (Finger on the Trigger)"   Quincy Jones, Merria Ross, Rod Temperton 4:18
2. "Mystery of Love"   John Lang, Bill Meyers, Richard Page 4:25
3. "The Woman in Me"   John Bettis, Michael Clark 3:55
4. "State of Independence"   Jon Anderson, Vangelis 5:50
Side two
No. Title Writer(s) Length
5. "Livin' in America"   David Foster, Jones, Steve Lukather, Donna Summer, Temperton 4:41
6. "Protection"   Bruce Springsteen 3:35
7. "(If It) Hurts Just a Little"   David Batteau, Dan Sembello, Michael Sembello 3:52
8. "Love Is Just a Breath Away"   Foster, Summer, Temperton 3:55
9. "Lush Life"   Billy Strayhorn 6:26


Lançamentos 19 de julho de 1982
Gravado 1981-1982
Gênero R & B , dança , rock
Gravadora: Geffen
Produtor Quincy Jones

Nenhum comentário:

Postar um comentário